ORIGEM

Bem vindo ao Padel, o esporte de raquete que vem conquistando o Brasil

Sabe aquelas coisas que viciam? Se sim, você já sabe do que estamos dizendo, se não, basta entrar em quadra duas vezes, que você logo saberá.



A ORIGEM DO ESPORTE

Relatos nos dizem que veio adaptado do tênis, pois era praticado dentro dos barcos ingleses, por volta do ano de 1890, utilizando as paredes para manter a bola em jogo. Em terra firme, a partida era praticada em uma quadra menor e protegidas por telas e em duplas.

Coube ao mexicano Enrique Corcuera, no fim da década de 1960, construir a primeira quadra de padel no mundo e, além disso, estabelecer as regras que regem o esporte mundialmente nos dias atuais. Seu amigo, o então príncipe espanhol Alfonso de Hohenlohe, conheceu, gostou e levou o novo esporte para a Espanha, por volta de 1974. Atualmente, é um dos esportes mais praticado no país, com mais de cinco milhões de adeptos.

Primeira Quadra de Padel – Enrique Corcuera

O Padel foi trazido para os Hermanos em 1975, pelo argentino Júlio Menditengui, que conheceu na Espanha. A Argentina chegou a ter quatro milhões de praticantes nos clubes, em quadras cobertas e descobertas.

No Brasil, em função da proximidade, o padel é muito forte na região Sul, mas existem quadras espalhadas por outras regiões, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Mato Grosso.


SOBRE O JOGO

Praticado em duplas, numa quadra de 20m x 10m com a rede no centro e paredes (de vidro ou alvenaria) no fundo e nas laterais com grades, o jogo é muito dinâmico, pois a bola fica mais tempo em quadra, fazendo com que os atletas estejam sempre alertas e em contínuo movimento. Um dos fundamentos é o saque, que deve ser executado na altura da cintura para fazer a bola quicar uma única vez na quadra do adversário, as marcações são as mesmas do tênis, ou seja, 15-30-40 e game, uma partida geralmente é disputada em 2 sets até 6 games, podendo variar em alguns torneios.  A raquete, na sua grande maioria, é feita de fibra de carbono e a bola é bem parecida com a utilizada nas partidas de tênis. Compre aqui seus equipamentos.

O Padel é um esporte democrático e familiar, pois pode ser disputado entre duplas mistas, jogadores jovens e experientes, pais e filhos (o que é muito comum). O esporte prioriza a confiança, a concentração, resulta em sorrisos, decepções, acertos, erros, vitórias e derrotas. Não é todo mundo que consegue ensinar e tão pouco aqueles que conseguem chegar a elite.

O cenário profissional no Brasil tem mudado, com investimentos em novas academias, representantes de marcas internacionais, clínicas e atletas reconhecidos mundialmente, mas existe ainda muito espaço.

O calendário brasileiro de padel tem como principais competições, profissionais e amadoras, o APB (temporada anual da Associação dos Padelistas Brasileiros), Campeonato Brasileiro, Paranaense, Catarinense, Gaúcho e Paulista, além dos torneios internos e etapas satélites.

2 Comentários

  • Gunther Anton Lamers

    Excelentes reportagens. História e palas. Parabéns a vocês que estão constantemente trazendo novidades e conhecimento a este esporte que cresce dia a dia.
    Esporte viciante e divertido.
    Parabéns.
    Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *