FORMATOS,  MATERIAIS,  PALA,  RAQUETE

Escolhendo a Raquete de Padel ideal para o seu jogo

Esse é um tema muito pertinente e interessante, pois existem variáveis que devem ser consideradas por todos aqueles que estão interessados em trocar de pala (raquete em espanhol – 😉 ), por esse motivo, não podemos pensar que uma escolha de raquete é tão simples quanto entrar no site da Viva Padel Artigos Esportivos e acompanhar as novidades.

Um dos principais pontos que precisa ser entendido, é que cada modelo/formato de raquete tem a sua particularidade. Nos dias atuais, existem três: Diamante, Lágrima e Redonda, conforme imagem abaixo:

Formatos das Raquetes de Padel


Outro ponto, é o seu nível de jogo, iniciante, regular ou avançado, e por fim, o material que compõe a pala.


Características básicas de cada modelo


Redonda

Dos três, sem dúvidas é o modelo mais fácil de dominar, fundamental escolha para os atletas que estão iniciando na modalidade, pois oferece um conforto formidável tanto no fundo de quadra quanto na rede. Está entre as escolhas preferidas dos jogadores de drive (direita), para aqueles que jogam com o braço dominante para fora da quadra, com mais proximidade para as laterais (grades).

A distribuição de peso está totalmente direcionada para o cabo, característica importante, pois faz com que a pala se torne manejável projetando uma sensação de leveza em relação aos outros modelos, muitas vezes, com o mesmo peso.

Importante voltar a destacar que é sem dúvida o modelo ideal para atletas que estão iniciando no padel, pois com o ponto de impacto (“sweet spot” – zona que se consegue extrair o máximo da raquete) amplo, conforme demostrado na figura abaixo, proporciona facilidade em dominar os golpes.


Resumindo, esse é o modelo de pala ideal para jogadores conservadores, drive ou iniciantes, que não aplicam golpes de potência e que precisam de um ótimo controle.


Lágrima

Esse é o modelo de pala para os jogadores que precisam de um pouco mais de potência sem perder o controle. Por estar entre a diamante e a redonda, a pala oferece um conforto maior para o atleta, tanto no fundo de quadra quanto na rede. Boa escolha para aqueles com domínio regular de golpes, como voleio, bandeja e smash.

Na figura abaixo, é possível perceber que o balance é médio, tende a equilibrar a distribuição do peso entre a cabeça e o cabo, isso faz com que os golpes de finalização e controle saiam com certa facilidade, o ponto de impacto é reduzido em comparação com a redonda, porém um pouco maior em relação com a diamante.

Resumindo, esse é o modelo de pala ideal para jogadores um pouco mais conservadores, que aplicam golpes de potência mas não abrem mão de um bom controle, boa escolha para atletas de revés ou drive (esquerda ou direita).


Diamante

Esse é o modelo de pala para os jogadores que detém certo domínio do jogo, ou seja, para aqueles que já estão em um nível regular para avançado, que dominam os golpes como voleio, bandeja e smash.

Como demostrado na figura abaixo, o balance é alto, pende para a cabeça da raquete, faz com que os golpes de finalização saiam com mais facilidade até pela ajuda da gravidade, mas em contra partida, é uma raquete mais difícil de controlar, em função de ter um pequeno ponto de impacto.

Resumindo, esse é o modelo de pala ideal para jogadores de finalização, que jogam com o braço dominante voltado para dentro quadra.


Diferenças entre os materiais que compõe a pala


Fibra de Vidro

É o material mais comum nas palas de entradas das principais marcas, por ser mais barata em relação as demais.

Pontos positivos:

  • Mais barata
  • Mais flexível
  • Mais confortável nos golpes

Pontos negativos:

  • Menos resistente (durabilidade)
  • Mais pesada


Fibra de Carbono

É o material utilizado nas palas de “gama alta”, ou seja, nos modelos “tops” das marcas.

Pontos positivos:

  • Mais resistente (durabilidade)
  • Mais leve

Pontos negativos:

  • Mais dura nos golpes
  • Mais cara do que as de fibra de vidro


Materiais adicionais


Titânio

Para uma maior durabilidade da pala, usa-se esse material misturado na pintura. Em geral, os modelos com esse material custam mais que as demais.

Fibra de alumínio

Aumenta a resistência da fibra de carbono ou de vidro, porém, eleva significativamente o peso da pala.

Grafeno

Maior rigidez na pala, o que aumentará a resistência com muito pouco peso.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *